sexta-feira, 19 de setembro de 2014

BMW 320i ActiveFlex – Alemão por pouco tempo

Quase naturalizado, sedã mostra que é mais do que um rostinho bonito
lEuVWDf - Imgur 
Seu melhor amigo te liga avisando que vai casar e você terá a honra de ser padrinho. Sim, você que passa o dia de jeans e tênis colorido terá que comprar um terno. Duas escolhas: ir a uma loja de departamentos e comprar um mais barato com o corte universal, ou investir um pouco mais e comprar um bom terno, com corte certo para você e com alfaiate a disposição. Esta segunda opção seria representada pelo BMW Série 3, o 320i, para ser mais específico. A primeira poderia ser preenchida por qualquer sedã grande de marcas mais generalistas, como Altima, Fusion, Camry, Cadenza e Accord.
AD8wijC - Imgur 
Antes de começar, devo esclarecer que este 320i não foi cedido pela BMW. É do responsável pelos ensaios fotográficos dos carros que avaliamos. Como não poderia ficar sem ser avaliado, dada a importância do modelo - que teve a primazia de combinar um motor flex (capaz de funcionar com álcool e gasolina em qualquer proporção) com turbo – demos nosso jeito. Sim, é um 320i ActiveFlex.

Tradição importa(da)

BMOSrXG - Imgur

Esta sexta geração do 320i (codinome F30) chegou ao Brasil em 2012 carregando a responsabilidade de ser melhor que  os anteriores – E90/E91/E92/E93 – comercializadas de 2004 a 2011. Redesenhado, o modelo tem visual mais agressivo e também aposta em alguns equipamentos para chamar atenção. A principal delas, sem dúvida, foi a utilização de motores turbo em todas as versões e a posterior adaptação para álcool. A produção nacional, a ser iniciada no final deste mês - a tempo da Oktoberfest -, é o passo final para o "abrasileiramento" do modelo. 
rzDSt5m - Imgur 
6bAT15o - Imgur(1)O desenho do BMW Série 3 é, sem dúvidas, um dos maiores seus atrativos. Com carinha invocada, o modelo se apresenta reformulado por completo para se manter competitivo de diante de uma concorrência que não segue a tradição tão à risca. Não faltam os “angels eyes”, as argolas iluminadas nos faróis, e a linha de cintura marcante ajuda a impor a devida presença do carro. A traseira mantém layout com lanternas que invadem a tampa do porta-malas, dando a impressão de que ele é mais largo do que parece.
LaVTZQF - Imgur 
Por dentro o esquema é aquele do “Em time que está ganhando não se mexe”. O quadro de instrumentos é  praticamente idêntico ao utilizado nos anos 90, e surpreendentemente continua belo, atual e, principalmente, funcional. A exceção fica para o console central, que recebeu a tela do sistema multimídia e que também faz a função de um computador de bordo mais completo, exibindo informações sobre o carro. Até porque a telinha pequena nos instrumentos – compartilhada com o Mini Cooper – não pode exibir muita coisa. 
iOggTZX - Imgur
Sim, as linhas ajudam a deixar o Série 3 maior, mas ele realmente cresceu. Em relação ao modelo anterior, são 5 cm a mais só no entre eixos (2,81m contra 2,76m do anterior), o que garante mais conforto para os ocupantes. O comprimento também é maior, pulou de 4,53 m para 4,62m, mas altura e largura permaneceram quase inalteradas. O porta-malas cresceu em 20 litros – em virtude do aumento de comprimento do carro –, totalizando 480 litros. Poderia ser melhor aproveitado, não fosse os braços da tampa invadindo o espaço da bagagem e a abertura um tanto estreita. Curiosamente a bateria vai ali, sob o porta-malas, mas não o estepe, inexistente no modelo. 
Ffn7G9U - Imgur 
sKhFoVQ - Imgur
Hoje o BMW 320i Active Flex se divide em três pacotes – e isso não mudará com a nacionalização: o 320i, como o testado, o 320i GP e o 320i Sport GP. O motor e o câmbio são comuns às versões, que diferenciam entre si pelos opcionais e acabamentos. A versão testada não conta com sistema de navegação nem controle de cruzeiro ativo como as demais,  e essa é uma das poucas – senão a única – crítica. É um carro de 134 mil sem navegador, que é opcional de quase 10 mil reais. A versão topo de linha é a Sport GP que, além do GPS, possui integração com smartphones e aplicativos pré-determinados, acabamento em alumínio e teto solar.

De entrada, mas não o básico

SVNBBFo - Imgur

A versão testada é a de entrada do 320i, mas já vem com rodas aro 17”, ajuste elétrico dos bancos para passageiro e motorista (este com opção de duas memórias), volante em couro com comandos de som e telefone e ajuste em altura e profundidade, ar condicionado digital dual zone com saídas traseiras, controles de estabilidade e tração, seis airbags, ABS e EBD, vidros elétricos one-touch em todas as portas, chave presencial com partida por botão, faróis bi-xenon, sensor de estacionamento traseiro, kers e função start-stop. O carro é completo,  só deve mesmo o navegador. 
IZN7b2Z - Imgur 
O motor é estrela. Se trata de um 2.0 TwinPower Turbo 4 cilindros com turbo TwinScroll, injeção direta e as tecnologias Valvetronic e duplo VANOS (abertura variável para válvulas de admissão  e escape). O resultado são 184 cv de potência e 27,5 mkgf de torque, independente se o combustível vem da Bacia de Campos ou de um canavial no interior de São Paulo. Grande parte desse trabalho é auxiliado pelo excelente câmbio automático de oito marchas, fornecido pela também alemã ZF. Com trocas extremamente rápidas e suaves – que podem ser feitas em borboletas atrás do volante -, a caixa contribui para um excelente aproveitamento da potência e uma otimização do consumo. E o melhor: a tração é traseira!
4FXMOEH - ImgurO conjunto de suspensão é extremamente bem acertado, mas sofre um pouco com buracos, que, segundo advertência do Ministério da Saúde, causam batidas secas. Agora explico: não há estepe pois os pneus são runflat – que rodam por algum tempo até que seja possível trocá-los – medida 225/50.
Há dúvidas de que esse conjunto é melhor do que o de qualquer sedã oriental com motor 2.4 ou 2.5 com tração dianteira e que custa entre R$ 10 mil e R$ 15 mil a menos? 

Quando mais realmente é mais 
Por Fabio Perrotta Junior

zRVdwKm - Imgur

Este BMW 320i ActiveFlex entrou no lugar de um raro Hyundai Ix35 manual 2011. Fui um dos primeiros a bater o pé e procurar diversas outras opções antes do BMW, quando a troca começou a ser cogitada - mesmo sem nunca ter entrado ou andado. Achava que não valia o que cobrava: pelo seu preço seria possível comprar algo maior e com mais equipamentos, como o Nissan Altima que avaliamos, e isso me deixava com o pé atrás. 
jKmKnLo - Imgur 
A dúvida se acabou no primeiro encontro. Foi paixão à primeira vista. O acabamento impecável, a qualidade dos materiais, o acerto do carro, todo o capricho colocado ali faz valer o faz diferença. O isolamento acústico é incrível e isola o carro da maioria dos ruídos externos. Ouvir o motor do carro se torna tarefa difícil quando os vidros são fechados.
XFccOac - Imgur 
Você ainda controla a personalidade do 320i melhor que antidepressivos em três modos pré-configurados. Em “ECO PRO”, todos os periféricos se voltam para a economia de combustível, do ar-condicionado ao acelerador – que fica mais lento -, todos se voltam para a economia de combustível. Até surge a opção de velejar e, caso o motorista concorde, deixa o carro mais "solto", como se estivesse em ponto morto, fazendo com que as acelerações sejam ainda mais raras. O kers funciona neste modo ajudando o sistema a utilizar a energia recuperada durante a frenagem nos periféricos do carros.
O modo Comfort é indicado para o uso na cidade, programando o carro para funcionar no trânsito comum. Trocas de marchas em baixa rotação, start-stop ativado e condução normal. Start-stop que merece uma observação pelo seu funcionamento: integrado aos componentes do carro, só entra em funcionamento se todas as variáveis – como temperatura da cabine e carga de bateria - estiverem em perfeito estado. 
i8S6QpH - Imgur 
Mas nenhum transforma tanto o carro quando o modo Sport. Resposta imediata do acelerador, trocas de marcha em alta rotação e extremamente rápidas deixam o carro com pique de esportivo. A tração traseira ajuda nessa sensação. Há também a opção de desligar o controle de tração no console para aumentar a diversão, mas haja “cojones” para fazer isso em vias públicas...
L0CFQKE - Imgur 
O espaço dianteiro é excelente, mas o traseiro - apesar dos 2,80m de entre-eixos – não. É apertado. O quinto passageiro conta com cinto de três pontos, mas sofre com o túnel central quase tão alto quanto o assento, culá do eixo que envia a força pro eixo traseiro.
O ponto forte do 320i é, sem dúvida, seu acerto dinâmico. O motor turbo flex, acoplado ao câmbio automático de oito marchas e da suspensão do tipo McPherson na dianteira e multibraço na traseira fazem com que o sedã tem um comportamento exemplar tanto na cidade quando em estradas.
NYssUc2 - Imgur(1) 
O BMW 320i Active Flex é uma opção que deve ser considerada para por quem procura um sedã premium, bem acertado e com tecnologia de sobra. Hoje parte dos R$ 133.950 e não deve ter alteração de preço após o início da produção em Santa Catarina. Caso o valor não seja problema, leve a versão com pacote GP que parte dos R$ 143.950 que acompanha o GPS e os outros apps que se conectam ao seu smartphone. No fim das contas a diferença não é tão é pequena, mas compensa pela conectividade, que hoje é essencial.
Isso, claro, se você o encontrar em alguma concessionária, visto que o modelo se multiplica nas ruas a cada dia... Faz lembrar o sucesso do clássico E36, que esteve em produção até 1998.

Galeria 
Fotos | Fabio Perrotta Fotografia





Chevrolet Tracker 2015 chega por R$ 82.050

SUV tem novas rodas aro 18” e cor inédita
redirect_auto.php 
Após deixar de importar o mexicano Sonic nas carrocerias hatch e sedã, a Chevrolet lança no mercado brasileiro a linha 2015 do conterrãneo Tracker, que ganha rodas aro 18 redesenhadas de alumínio escovado, e nova opção de cor metálica Champagne para a carroceria.
ojoon 
Lançado em outubro do ano passado, o modelo já acumula quase 13 mil unidades emplacadas neste período, e continua sendo ofertado em versão única de acabamento, a LTZ, sempre com motor 1.8 Ecotec Flex de 144 cavalos e câmbio automático de seis velocidades.
Outra novidade do modelo é a cor Champagne, de dupla camada e alto brilho, que realçam o design moderno do veículo. A tonalidade se junta às outras cinco: Vermelho Sonoma, Branco Summit, Preto Carbon Flash, Prata Switchblade e Cinza Cyber.
mopj

Yamaha apresenta a inovadora MT-09

Novidade chega às concessionárias em outubro
MT-09

Sucesso de vendas na Europa, a nova MT-09 da Yamaha já tem destino certo fora do Velho Continente: as concessionárias da marca no Brasil. A moto foi oficialmente apresentada no país no dia 11 desse mês e tem o início das vendas no final de outubro. Mistura de naked com motard, a moto cria um estilo inédito no mercado nacional. 

fe1c4f4658cf4682a139951db1488de3 
Levando-se em conta a alta dose de inovação que a MT-09 traz, o preço de R$ 35.990 na versão standard (na cor cinza-fosco), que já vem com freios ABS e R$ 36.990 na versão com pintura metalizada (laranja ou roxa), que também traz os garfos dianteiros dourados, é bastante convidativo. O motor faz jus à sigla MT, que significa “Master of Torque” (“Mestre do Torque”, em inglês), esbanjando força. O inédito propulsor de três cilindros e 847cc desenvolve 115cv a 10.000rpm e 8,9kgfm de torque a 8.500rpm, aliado a um câmbio de seis marchas e, para frear com segurança, discos duplos na frente e simples na traseira, sempre com ABS desde a versão mais básica. Junte-se a isso o baixo peso, de 191kg e a centralização de massas, que tem contribuição direta do chassi tipo diamante de alumínio e pronto, está feito o desempenho exuberante da moto. 
MT-09 (2) 
A suspensão dianteira traz garfos invertidos e a balança traseira vem com link, sendo que ambas podem ser ajustadas na pré-carga da mola e retorno, e a MT-09 traz dois modos de condução: A (mais nervoso) e B (mais manso), que variam a velocidade de abertura da borboleta de aceleração. 
MT-09 (3) 
E em termos de visual, não falta arrojo á MT-09. O painel, além de totalmente digital, é todo recortado e é situado levemente à direita do piloto e conta com indicador de marcha, computador de bordo e ainda uma espécie de econômetro – acende uma luzinha quando se conduz de forma moderada. Já as agressivas linhas externas têm inspiração, segundo a Yamaha, “no lado negro do Japão”. De dimensões compactas, a moto traz farol retangular e uma vistosa rabeta que termina numa lanterna de LEDs. O banco tem duas posições distintas para dirigir: mais estreita na frente, para pilotagem esportiva, e mais cômoda na parte central, para viagens. E, além da moto, a Yamaha inova trazendo uma linha de acessórios, como jaquetas e até componentes como piscas de LED’s, malas laterais e uma pequena bolha frontal, entre outras peças. 
Yamaha_MT-09_2014_1-1

Citroen C4 Cactus AIRFLOW 2L será apresentado no Salão de Paris

Conceito aposta na aerodinâmica para ser mais eficiente
15183775431267447322 
A Citroën se prepara para apresentar no Salão de Paris uma versão conceitual do C4 Cactus voltada para um menor consumo de combustível, o C4 Cactus AirFlow 2L. Como se não bastasse o sistema híbrido HybridAir, que usa ar comprimido pra mover o carro, ele ainda aposta em uma série de táticas para melhorar a aerodinâmica.
979288149819020370 
Na tentativa de romper o ar com facilidade, o AirFlow 2L tem três entradas no para-choque que se abrem oportunamente para resfriar o motor apenas quando necessário, do contrário elas permanecerão fechadas para evitar que o ar entre. As rodas de 19 polegadas estão calçadas com pneus de baixo atrito e os retrovisores foram substituídos por câmeras. Só com isso a aerodinâmica estaria 20% melhor.
A engenharia da Citroën também aposta em materiais leves, incluindo alumínio, compósitos leves e aço de alta resistência. Essas mudanças que o conceito possa pesar 100kg que o carro de produção.151345097414608010 
O conjunto mecânico HybridAir combina um motor 1.2 a gasolina de três cilindros da nova família Pure Tech da PSA de 82cv (15% mais potente e 25% mais econômico do que a geração anterior), um compressor, um cilindro de ar comprimido instalado de forma longitudinal no centro do carro e uma bomba hidráulica de alta pressão, tudo operado por uma central eletrônica e com auxílio de transmissão automática.
Na partida, é usada somente a força do ar-comprimido para mover o carro até a velocidade de 70 km/h, mas o motor a gasolina pode entrar em funcionamento antes disso, sempre que o ar armazenado no cilindro se esgota. E leva apenas 10 segundos para ser enchido novamente, o que também é feito nas frenagens e desacelerações por um sistema de recuperação de energia cinética. O protótipo Hybrid Air também é equipado com o Start&Stop, que desliga automaticamente o motor quando o veículo está parado.

Triumph engaveta projeto de moto de 250cc

Modelo seria lançado já em 2015
Triumph-Daytona-250

Para os amantes das duas rodas aqui vem uma notícia no mínimo chata (para não dizer triste). Aqueles que sonhavam com uma Triumph no segmento de entrada infelizmente não terão seus desejos atendidos dessa vez. A marca inglesa divulgou, em nota à imprensa, que “suspendeu temporariamente o projeto da sua moto de 250 cc por razões estratégicas relacionadas ao seu segmento específico”.

triumph-250 
De acordo com o comunicado, a Triumph diz que está focada em reforçar a sua participação no segmento de motocicletas premium. Durante o Salão de Milão de 2013 (o EICMA 2013) a marca havia informado que produziria a sua primeira moto de baixa cilindrada da linha, o que significa que seria a primeira moto com menos de 500 cilindradas feita pela marca britânica. Havia, inclusive, muita expectativa da chegada dessa moto ao Brasil tão logo a produção dela fosse confirmada. Mas agora é torcer para que a Triumph volte atrás com a decisão tomada sem levar muito tempo. 
c5219df8d4b7725b5cb0db4e19c853672a54f655 
Daquela que seria a primeira moto de baixa cilindrada da marca ficaram alguns desenhos, divulgados no evento de 2013 e algumas fotos do modelo sendo testado em segredo . A previsão de lançamento era já para o ano que vem, e ela teria entre as concorrentes a Honda CBR 250R, a Kawasaki Ninja 300 e a KTM RC200.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Dica - Como valorizar o carro usado na hora da venda


Quando chega a hora de se vender seu carro, todos os futuros compradores tentarão mil motivos para desvalorizar seu usado. Confira algumas dicas para valorizar seu carro usado.

Por mais bobo e simples que possa parecer sempre deixe seu carro limpo quando for mostrar para o futuro dono, deixando limpo o máximo possível por dentro e por fora inclusive o motor, mas muito cuidado quando for limpa-lo;

Quanto a pequenos arranhões e amassado, o melhor a fazer é deixar como esta, pois quando se pinta um carro dá para ver que a pintura é nova e quem esta comprando pode pensar que o estrago que havia ali era muito maior do que realmente é, além de ser caro. A opção mais barata para pequenos amassados é martelinho de ouro que tira os amassados sem mexer na pintura original, existe também a micro pintura que disfarça os arranhões e mantem a pintura original.

Outra providencia que pode ser tomada para valorizar seu usado é encerar ou mesmo fazer um polimento que deixa seu carro com o visual muito melhor.

Deve-se dar atenção também para os aros ou calotas arranhadas, que muitas vezes são vistas como desleixo do dono, então não custa quase nada trocar as calotas ou polir os aros riscados.

Muita atenção com customizações, tipo aros maiores, faróis fora do padrão recomendado, adesivos e plotagens, suspensão rebaixada , etc.  Nem todos gostam por isso é melhor deixar com as peças originais.

Confira um vídeo com estas e outras dicas para valorizar seu usado na hora da venda:

Comercial do novo Fox: Surpreendendo as Surpresas


Confira o comercial do novo  Fox 2015 - Surpreendendo as Surpresas. Neste comercial um grupo de amigos encontra uma mala, dentro desta mala esta um boneco palhaço que abre os olhos  quando o tiram da mala e coisas estranhas começam a acontecer, porem a "assombração" deixa os amigos de lado e vai dar uma volta no novo Fox 2015.

O novo Fox 2015 é o único compacto que além do sensor traseiro de estacionamento ainda conta com sensor dianteiro, sistema de som com GPS integrado e controle eletrônico de estabilidade (ESP).

O motor do novo Fox é o EA211 1.6 com quatro cilindros e 120 cavalos com sistema e-flex e a transmissão é manual de 6 velocidades.

Confira o comercial do novo Foz 2015: Surpreendendo as Surpresas

Dacia adianta o Lodgy Stepway, que estará no Salão de Paris

Monovolume romeno ganha visual aventureiro
download 
A Renault estendeu a linha Stepway, que se popularizou no Sandero, para o Lodgy e sua versão minivan, o Dokker. O monovolume, vendido na Europa sob o logotipo da Dacia, não está nos planos da Renault no Brasil, mas seguirá tendências brasileiras. Suspensão elevada, rodas de 16 polegadas e adereços estéticos marcarão a variante fora de estrada, que será apresentado no Salão de Paris no próximo mês.
No interior, conforto para além das trilhas de asfalto: ar-condicionado, central multimídia MediaNav e piloto automático. Em alguns países, como Portugal, tanto o Lodgy quanto o Dokker são equipados com apenas um motor, um 1.5 dCi de 110 cavalos movido a Diesel, que ultrapassa a marca de 22 km/l. Hoje, um Sandero Stepway custa 12.500 euros, pouco menos que um Lodgy básico. Por isso, é razoável esperar a nova versão girando em torno de 15 mil euros.

Bentley Mulsanne Speed chega aos 100km/h em 4,9s

Sedã de luxo tem motorzão V8 de 537cv
18027403631647298238 
A novidade que a Bentley reserva para o Salão de Paris é o Mulsanne Sport, versão que a fabricante garante tornar o modelo “ultra-luxuoso mais rápido do mundo”. A “culpa” é toda de um motor V8 6.75L que gera 537cv e monstruosos 111kgfm de torque, e que o faz alcançar os 100km/h e 4,9 segundos e uma máxima de 305km/h.
171536127756161580 
Para dar conta de tanta força a suspensão a ar tem capacidade enrijecer para melhorar o comportamento do carro, ao mesmo tempo que a direção também fica mais pesada. 
530681581570265110 
Mas nem sempre este Bentley Mulsanne é um monstro. Ele tem sistema que desativa quatro de seus cilindros e ainda um câmbio automático de 8 marchas - com função Sport - que juntos tentam deixar o consumo mais moderado. 
1008282781168601231 
Em termos de visual, o Mulsanne Sport tem quatro novas cores exteriores, Spectre, vermelho Candy, Camel e Marlin, e acabamento escuro para a grade do radiador e acabamentos dos para-choques. Além disso há novas rodas aro 21” com acabamento diferenciado. Por dentro, o painel também tem cores e revestimentos exclusivos, assim como os bancos e painéis das portas, e os pedais ainda ganham apliques esportivos. 
129260989891482312

Este é o novo Ford C-Max reestilizado

Monovolume tem visual atualizado e suspensão e direção revistos
1806433821380616029 
Antecipado por teaser na segunda-feira, o Ford C-Max 2015 acaba de ser revelado com seu novo visual, ostentando “grade de Aston Martin”, instalada em um novo para-choque e ladeada pelos novos faróis com LEDs. Na traseira, as lanternas estão menores e o para-choque é novo. Também há novidades entre os motores.
3977121221613002604 
No interior, estreia a central multimídia SYNC 2 que já é usada pelo Focus 2015 e tem tela sensível ao toque de oito polegadas. A Ford também diz que o acabamento melhorou e outra boa novidade para os europeus é o volante que passa a ter aquecimento. O isolamento acústico também foi revisto e passa a ter mais material isolante ainda nas versões com motor diesel.1141638221332339632 
Na parte técnica, suspensão e direção tiveram seus acertos redefinidos e o monovolume derivado do Focus também passa a ter a tecnologia MyKey da Ford, permitindo que os proprietários programem a chave para limitar a velocidade máxima, definir menor volume do sistema de áudio e outras opções semelhantes. Como opcionais há faróis de xênon adaptativo, sistema que estaciona o carro sozinho, alerta de tráfego em cruzamentos e sistemas ativos anticolisão.10379090911036874129 
Os motores dos Ford C-MAX e Grand C-MAX serão os 1.5 litros TDCi de 120cv e o 2.0 TDCi com 140cv e 163cv entre os diesel, além do EcoBoost de 1.0 litros em versões de 100cv e 125cv, e o  1.5 litros EcoBoost  com 150cv e 180cv como opções a gasolina.
5331219141863518456

Compartilhe